Planejamento Estratégico Empresarial: Como Fazer e Exemplo Prático

O planejamento estratégico empresarial é a melhor alternativa para combater a falta de visão, uma doença silenciosa que afeta negócios acostumados à zona de conforto.

Quer traçar novos rumos para a sua empresa, mas não sabe por onde começar? Então, está no caminho certo.

Até porque a falta de objetivos pode levar até mesmo empresas bem-sucedidas à falência.

É como tentar pilotar um avião sem rumo, sem saber como, onde e quando aterrissar.

As chances de tomar prejuízo, seja por um acidente, falta de combustível ou pouso de emergência, são altíssimas.

Quer saber como montar um planejamento estratégico empresarial, além de conhecer as etapas do processo e quais as ferramentas mais indicadas?

Então, é só continuar a leitura deste artigo.

Espero que possa tirar bom proveito das informações e dos exemplos práticos que compartilho a seguir.

O que é um planejamento estratégico empresarial?

time em execução de planejamento estratégico empresarial

Planejamento estratégico empresarial é sobre o que um negócio precisa fazer para conquistar a posição que almeja.

Uma metodologia usada para estabelecer metas, objetivos, levantar recursos, identificar as ações necessárias e embasar a tomada de decisão.

Em resumo, nada mais é do que um mapa que aborda o que deve ser feito para que uma empresa conquiste o sucesso almejado.

É algo que requer o uso de informações adequadas, conhecimento de mercado e eficiência para que todos os esforços sejam alinhados com sua visão de futuro.

Objetivo do planejamento estratégico empresarial

objetivos do planejamento estratégico empresarial

Depois de entender o conceito de planejamento estratégico empresarial, fica mais fácil avançar sobre o seu principal objetivo.

Consegue chutar qual é?

Se pensou em “criar estratégias para ajudar a empresa a atingir resultados”, acertou.

Por mais redundante que pareça, é algo que vai além de estabelecer metas.

O objetivo do planejamento estratégico empresarial é fazer com que a organização assuma um real compromisso com o futuro que almeja.

Afinal, até onde a sua empresa quer chegar?

Tenha em mente que a resposta para essa pergunta deve ser o norte para o planejamento.

Mas também existem outros objetivos do planejamento estratégico empresarial que devem ser lembrados.

Vamos a eles:

  • Aumentar a produtividade dos colaboradores de acordo com os recursos disponíveis
  • Dar mais agilidade e assertividade às tomadas de decisão
  • Facilitar a adaptação da empresa às mudanças no mercado em que atua
  • Garantir a orientação aos negócios
  • Motivar e integrar equipes
  • Otimizar recursos
  • Permitir a projeção de possíveis desafios que venham a surgir com planos emergenciais.

Etapas do planejamento estratégico empresarial

profissional de planejamento estratégico e ilustrações

De acordo com o Sebrae, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, existem basicamente quatro etapas a serem definidas para se colocar em prática o planejamento estratégico empresarial.

Trago detalhes sobre cada uma delas agora.

1. Negócio

É sobre dar significado para as atividades desenvolvidas pela empresa.

2. Visão de futuro

Criar a imagem futura do negócio com ambição e preocupação em conquistar a satisfação dos clientes.

3. Missão

É a razão de ser da empresa, o motivo pelo qual ela existe no mercado.

4. Valores

São os princípios da filosofia da instituição e orientam suas ações e decisões.

Como montar um planejamento estratégico empresarial

como montar planejamento empresarial

Agora que já se sabe o que é preciso levar em consideração para estruturar o planejamento estratégico do negócio, é hora de entender como fazer esse plano dar certo.

Confira o passo a passo que preparei para você:

1. Analise o cenário atual e futuro

Para começar seu plano, procure analisar o cenário em qual fase seu negócio se encontra atualmente.

Isso ajuda a trazer o seu planejamento estratégico para a situação real e específica da empresa.

Assim, fica mais tangível pensar sobre onde quer que ela esteja dentro de um determinado período de tempo.

Essa também é uma forma eficiente de identificar possíveis desafios que venham a surgir durante a execução do planejamento.

Um esforço que dá a oportunidade de pensar em estratégias para contornar os obstáculos sem maiores problemas.

2. Missão, visão e valores

Antes de alinhar os objetivos do planejamento estratégico empresarial, é preciso definir sua identidade organizacional e posicionamento.

É a partir daí que pode identificar oportunidades e se diferenciar o negócio da concorrência.

Para fazer isso, basta definir com clareza sua missão, visão e valores.

Ficou em dúvida sobre a definição de cada um desses princípios essenciais à sua organização? Veja uma breve explicação sobre eles:

  • Missão é a razão pela qual sua empresa existem, seu propósito de negócio
  • Visão é sobre o destino que pretende atingir no futuro, até onde quer chegar
  • Valores são os princípios que a organização preza e devem basear as atitudes e comportamentos dos colaboradores.

Definir todos esses pontos é uma forma de garantir que o plano se alinhe e respeite à cultura organizacional da empresa.

3. Estabeleça metas e objetivos

estabelecer metas e objetivos no planejamento estratégico empresarial

Para mapear o caminho que deseja, seguir o terceiro passo do planejamento estratégico empresarial é estabelecer metas e objetivos.

Para tanto, tenha em mente que metas são diferentes de objetivos.

Elas devem ocorrer em curto prazo, sendo quebradas em ações menores, como um passo a passo para alcançar os objetivos estabelecidos.

Assim sendo, objetivos são realizações maiores.

Durante essa etapa, também é importante definir os participantes do processo e o papel de cada um deles para que tais metas e objetivos sejam alcançados.

Uma boa forma de fazer isso é a partir de uma metodologia fantástica, sobre a qual falo neste artigo:

4. Analise o ambiente interno

Olhar para os recursos disponíveis é fundamental para o sucesso de qualquer plano.

Afinal, nada vai dar certo sem colaboradores motivados, insumos suficientes, instalações adequadas, processos claros e verba disponível, obviamente.

Para analisar o ambiente interno, liste quais recursos precisa utilizar para alcançar suas metas e objetivos.

Em seguida, garanta que estejam disponíveis durante o período de tempo que precisa.

5. Monitore o ambiente externo

Embora seja negligenciado por empreendedores acostumados à zona de conforto empresarial, o ambiente externo também deve ser monitorado.

Isso porque influencia todas as ações a serem realizadas.

Então, deve ser considerado, de preferência, bem antes do plano de ação ser desenvolvido.

Assim, oportunidades e ameaças podem ser identificadas com antecedência e aproveitadas para alavancar seu alcance.

E por falar em oportunidades e ameaças, leia meu artigo sobre a ferramenta ideal para essa descoberta:

6. Público-alvo

importancia do publico alvo do planejamento estratégico

Como geralmente o público-alvo do planejamento estratégico empresarial são os consumidores finais, eles não podem ser esquecidos.

Se o que a sua empresa quer é aproximá-los do momento de decisão de compra e fidelizá-los, precisa conhecer melhor quem são eles.

Para isso, considere investigar suas características comportamentais, demográficas, geográficas e psicográficas.

Essas informações compreendem um estudo mais aprofundado sobre as personas.

Ao entender onde moram, qual perfil de consumidor eles têm, no que acreditam, o que preferem e quais suas principais dificuldades, fica mais fácil traçar uma estratégia de engajamento assertiva.

O que também representa uma vantagem competitiva.

7. Defina as estratégias

Para definir estratégias poderosas, é necessário, antes de tudo, entender o que é estratégia.

Segundo um dos maiores especialistas no assunto e professor da Harvard Business School, Michael Porter, estratégia é o conjunto de ações ofensivas ou defensivas que uma empresa usa para criar a posição que almeja e ter um maior retorno sobre o investimento.

Em outras palavras, o caminho a ser percorrido pelo seu negócio para que possa criar diferencial competitivo e se destacar da concorrência.

Para Porter existem basicamente três tipos de estratégias:

  • Diferenciação – para a organização que quer se destacar das demais por meio da qualidade dos produtos ou serviços que oferece
  • Foco – para conquistar um determinado segmento
  • Liderança de baixo custo – para ganhar espaço no mercado com um preço competitivo.

Para definir a melhor estratégia para a realidade do seu negócio, considere sua missão, visão, valores, objetivos e quem é o seu público-alvo.

E para saber mais sobre Porter, recomendo a leitura deste artigo:

8. Defina indicadores-chave de desempenho

Indicadores-chave de desempenho (KPIs) ajudam a entender se tudo está saindo conforme o planejado.

Funcionam como um parâmetro para medir o progresso do plano.

E são tão importantes para avaliar o andamento das atividades quanto o cronograma.

Para escolher o indicador ideal, tenha em mente o objetivo final do seu plano.

Se o que sua empresa quer é atrair e fidelizar clientes, acompanhe a taxa de Churn e o NPS, Net Promoter Score.

O Churn mostra a evasão de clientes, enquanto o NPS foca na sua satisfação.

Veja quatro KPIs importantes para o sucesso empresarial:

  1. Evasão de clientes (Churn)
  2. Índice de lucratividade
  3. Nível de satisfação dos clientes (NPS)
  4. Retorno sobre o investimento (ROI).

9. Desenvolva um plano de ação

desenvolvimento de plano de ação em empresa

É hora de pensar sobre o que você e sua equipe precisam fazer para alcançar as metas e objetivos estabelecidos no planejamento estratégico empresarial.

Para facilitar essa tarefa, é só usar uma ferramenta chamada 5W2H. Vou explicar melhor sobre ela ainda neste artigo.

Em resumo, ela fornecerá respostas para algumas perguntas que vão ajudar sua empresa a implementar cada etapa do plano.

É também através dela que você terá mais clareza sobre o que precisa ser feito, como e quanto.

E para provar que eu gosto mesmo de ferramentas, tenho também um artigo completo sobre ela:

10. Programe as atividades do plano de ação

Para organizar seu plano de ação da melhor forma possível, tudo o que você precisa, agora, é montar um cronograma.

Essa é uma forma de definir qual será o início, meio e fim do planejamento estratégico empresarial.

Com o cronograma, fica mais fácil definir os prazos para realizar cada uma das atividades previstas e entender quando devem ser entregues por quais equipes.

Assim, todos trabalham por um objetivo comum.

11. Otimize recursos

Depois de planejar as ações, é o momento de alocar recursos com maior eficiência para evitar desperdício de tempo, esforço e dinheiro.

Para maximizar seu potencial produtivo, compartilhe com todos os colaboradores o conteúdo do planejamento estratégico.

Aproveite a oportunidade para esclarecer todas as dúvidas para que cada um conheça seu papel na busca por resultados.

Dessa forma, é possível aumentar a motivação e o comprometimento deles com o sucesso do plano.

12. Construa um bom relacionamento com a imprensa

Já pensou se você faz todo o esforço para diferenciar a empresa da concorrência sem comunicar isso ao mercado?

Ao construir um bom relacionamento com a imprensa, vai evitar esse tipo de problema.

Aproveite para ler meu artigo sobre como a assessoria de imprensa pode ajudar a sua empresa.

13. Monitore os resultados para continuar a melhorar o desempenho da empresa

Ao contrário do que muitos imaginam, o planejamento estratégico de negócios não é imutável.

Significa que ele pode ser modificado sempre que for necessário.

Seu planejamento estratégico empresarial precisa de ajustes? Fique à vontade para mudar ações com base nos resultados observados.

Só não se deixe abater se as coisas não saírem como imaginava: tudo é aprendizado e pode gerar melhores resultados no futuro.

4 ferramentas para planejamento estratégico empresarial

equipe empresarial e ilustrações referentes a plano estratégico

Vamos imaginar que você já planejou todas as ações que precisa realizar para conquistar os objetivos previstos, mas, ao olhar para elas, ficou assustado.

Afinal, são muitas informações a serem levantadas e decisões a serem tomadas.

Tudo o que você não quer, ao chegar até este ponto do planejamento estratégico empresarial, é jogar dinheiro e tempo fora. Certo?

Saiba que existem ferramentas úteis para facilitar várias etapas do seu plano, da análise de ambiente interno e externo à elaboração do plano de ação.

Confira as quatro principais delas (e veja que já apareceram em outros pontos do artigo):

1. Análise SWOT

Análise SWOT é uma ferramenta que facilita a identificação de pontos fortes (strenghts), fraquezas (weakness), oportunidades (opportunities) e ameaças (threats) do negócio.

Por tudo isso, ela contribui bastante para a análise do contexto atual da empresa.

A partir do momento que se conhecem suas vantagens e fraquezas, é possível traçar o melhor caminho para o sucesso.

2. Canvas

Canvas, ou Business Model Canvas, nada mais é do que um quadro de modelo de negócios.

Em outras palavras, é um mapa com a representação visual dos seguintes itens:

  • Proposta de valor
  • Segmento de clientes
  • Canais
  • Relacionamento
  • Receitas
  • Recursos
  • Atividades
  • Parcerias
  • Estrutura de custos.

Com nove blocos, facilita a leitura e interpretação de aspectos essenciais de uma empresa.

Assim, qualifica a estruturação inicial do planejamento estratégico do negócio.

3. 5W2H

5W2H é uma ferramenta de gestão que descomplica a elaboração do plano de ação.

É como um checklist para esclarecer atividades a serem feitas para conquistar as metas e objetivos definidos.

Mas também é de grande ajuda para eliminar dúvidas.

Para cada um dos 5 Ws e 2 Hs que formam a metodologia, existe uma pergunta a ser respondida pela sua empresa:

  • What? O que será feito?
  • Why? Por quê?
  • Where? Onde?
  • When? Quando?
  • Who? Por quem?
  • How? Como?
  • How much? Quanto custará?

Ao respondê-las, seu plano vai ganhar mais clareza e segurança.

4. SMART

Para criar metas compatíveis com a realidade do seu negócio use a metodologia SMART.

Isso afasta resoluções vagas e permite maior precisão para criar trajetórias em direção a um objetivo em específico.

SMART é um acrônimo de:

  • Specific (Específico)
  • Measurable (Mensurável)
  • Attainable (Atingível)
  • Relevant (Relevante)
  • Time based (Temporal).

Então, para que uma meta seja considerada inteligente deve respeitar a todos esses critérios.

Precisa ser clara, fácil de medir seu progresso, além de ser alcançável, realista e ter uma linha de chegada (prazo).

Exemplo prático de planejamento empresarial

equipe empresarial na prático de elaboração de estratégia

Para que fique mais fácil de assimilar o conceito de planejamento estratégico empresarial, tenho um exemplo simplificado para compartilhar com você.

Vamos imaginar que tenha uma pequena pizzaria em seu bairro.

Acompanhe um resumo do seu plano:

  • Objetivo: aumentar o faturamento em 30% dentro de um ano
  • Diagnóstico: os produtos oferecidos têm praticamente o mesmo preço e qualidade do principal concorrente local
  • Estratégias: criar um diferencial competitivo, melhorar o atendimento ao cliente e fidelizar consumidores
  • Ações: escrever recados personalizados na caixa de pizza, investir em marketing digital e oferecer descontos para clientes fiéis.

Para maior detalhamento, o que faltaria para completar esse esquema seria um cronograma com as etapas para a realização das ações estipuladas e KPIs para mensurar sua execução.

Conclusão

Pronto para traçar seu planejamento estratégico empresarial?

Agora, você tem tudo em mãos para fazer o seu plano dar certo e elevar seu negócio a novos patamares.

Quer uma dica bônus?

Crie o hábito de anotar e arquivar os resultados alcançados para colocar sua empresa em um processo de aprendizagem contínuo.

Esse é o melhor caminho para pensar em estratégias cada vez melhores e continuar a alavancar resultados no futuro.

Fonte > Neil Patel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *