Quase 80% dos líderes de RH não possuem estratégias para orientar aplicação do método agile

Gartner sugere três estratégias para ajudar esses líderes a implementarem o método

Pesquisa realizada com 253 líderes de RH revelou que 63% dos líderes de RH já utilizam alguma variação de métodos e princípios ágeis na função de RH. Segundo pesquisa do Gartner, a maioria dos líderes de RH relata que suas organizações estão passando por uma grande transformação agile como ferramenta para melhorar os resultados organizacionais.

“Embora exista um consenso crescente entre os líderes de RH, de que o RH deve se tornar mais agile, há uma incerteza geral sobre como aplicar efetivamente os princípios ao RH”, disse Caroline Walsh, Vice-presidente da Prática de RH do Gartner. “Pesquisas recentes do Gartner descobriram que 78% dos líderes de RH não possuem uma estratégia definida nem resultados para orientar sua aplicação de agilidade na função”.

Os líderes de RH estão enfrentando uma pressão crescente para cortar custos, restaurar a produtividade dos funcionários, fornecer experiência e executar as políticas certas para seus funcionários. De acordo com a empresa de consultoria, os líderes de RH têm a oportunidade de introduzir princípios ágeis por duas vias principais:

  • Projetos de RH – melhorando ou criando novas soluções de RH;
  • Modelo operacional de RH – as formas formais e informais do RH realizar o trabalho e agregar valor aos negócios.

O Gartner recomenda que os líderes de RH considerem as seguintes estratégias ao implementar o método agile:

Criar espaço para pensadores estratégicos resolverem problemas dos clientes

“A pandemia da Covid-19 enfatizou a necessidade de todas as organizações poderem se ajustar rapidamente às novas circunstâncias”, disse Mark Whittle, Vice-presidente de Consultoria da Prática de RH do Gartner. “A adoção de métodos ágeis permitirá que o RH forneça suporte mais relevante e melhore soluções para a organização em geral.”CIO2503

Uma pesquisa de 2019 sobre a estrutura de RH do Gartner mostrou que menos de dois em cada cinco líderes de RH acreditam que sua função separa as tarefas transacionais e estratégicas adequadamente. Embora os líderes de RH desejem dedicar mais tempo ao trabalho estratégico, o modelo e processos operacionais atuais não permitem isso. A aplicação de valores ágeis exige que os líderes de RH ofereçam aos pensadores estratégicos o espaço e as ferramentas necessárias para resolver problemas de alto impacto dos clientes, minimizando ou eliminando a necessidade desses funcionários de trabalhar em tarefas operacionais.

Implementar um modelo de RH proativo e sensível ao cliente

A pesquisa do Gartner constata que apenas 29% dos funcionários concordam que o RH entende suas necessidades e expectativas. Frequentemente, os parceiros de negócios de RH trabalham com a empresa e fornecem suporte estratégico para entender suas necessidades, enquanto tentam capturar o feedback dos funcionários no momento. Apesar das tentativas de RH de entender melhor seus clientes por meio de pesquisas de engajamento, pesquisas de saída e pesquisas de pulsos – e ainda mais técnicas experimentais, como coleta de dados -, seus esforços geralmente ficam aquém das necessidades reais dos clientes. Os líderes de RH devem repensar suas estruturas de RH para identificar as mudanças nas necessidades dos clientes e determinar onde o RH terá o impacto mais estratégico.

Gerenciar o trabalho como portfólio de investimentos em vez de uma agenda definida

A Pesquisa de Funções de RH Agile 2020 do Gartner mostrou que apenas um terço dos líderes de RH concorda que os projetos são pausados ou interrompidos se não forem mais considerados estratégicos e/ou valiosos. Além disso, apenas 34% dos líderes de RH concordam que os recursos são realocados quando não há suporte suficiente para os funcionários abordarem o trabalho prioritário.

Em vez de criar uma função agile de RH com base em uma agenda definida, os líderes de RH devem gerenciar os processos de trabalho como um portfólio de investimentos em evolução. Isso exige que os líderes de RH sejam mais flexíveis e reavaliem regularmente as prioridades para garantir que os projetos de maior prioridade recebam o maior investimento.

“Os líderes progressistas de RH estão buscando novas maneiras de garantir que suas funções ofereçam valor e gerem resultados, e estão considerando o agile como uma solução potencial”, disse Whittle. “A incorporação de uma abordagem agile no RH leva a benefícios tangíveis para a organização e ajuda o RH a acompanhar as transformações ágeis que ocorrem em todo o resto dos negócios”.

Fonte do artigo »» CIO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *