O crescimento da governança corporativa nas empresas brasileiras

Pesquisa mostra que número de conselheiros em comitês de companhias listadas na Bolsa de Valores cresceu 13% em 2021

O número de conselheiros em comitês de empresas listadas na Bolsa de Valores cresceu 13% neste ano, mostra pesquisa da ZRG Brasil. O índice leva em consideração o período entre março e julho.

A alta se deu, principalmente, entre os conselhos de Estratégia e Inovação e ESG – Ética e Governança.

O levantamento foi feito com base em 218 companhias de capital aberto. Os três maiores ‘temas’ de comitês — Auditoria, pessoas e finanças — pouco mudaram nos meses analisados. Neste período, também foram criados 14 comitês pelas empresas.

A medição realizada indica que em março — somente nos comitês — eram 1 493 membros. Já no sétimo mês do ano, as empresas contavam com 1 685 conselheiros. Nos conselhos a diferença foi menor, mas também existiu. Subiu de 1 624 para 1 682, alta de 4%.

Para Aline Larangeira, sócia e líder da Prática de Avaliação de Conselhos na ZRG, foi grande a evolução num curto espaço de tempo e isso mostra que as empresas têm buscado reforçar os mecanismos de governança.

“Ainda temos que avançar no que diz respeito à governança corporativa, mas vemos evolução. A pressão da sociedade e também de investidores é decisiva para este avanço”, diz a executiva.

Por Laísa Dall’Agnol

Fonte > Revista Veja

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Undefined index: cookies in /home/pamplona/public_html/wp-content/plugins/live-composer-page-builder/modules/tp-comments-form/module.php on line 1638