Você quer ser excelente no que faz? Arranje um “coach”.

Como nos aperfeiçoamos em face da complexidade? Atul Gawande estudou essa questão com uma precisão cirúrgica. Ele nos conta o que descobriu ser o segredo para isso: ter um bom “coach” para fornecer um retrato mais preciso de nossa realidade, para instilar hábitos positivos de pensar e destrinchar nossas ações e então nos ajudar a construir tudo novamente. “O que importa não é quão bons somos agora; mas quão bons vamos ser”, afirma Gawande.

Para assistir a palestra em Português Brasileiro basta selecionar a legenda no menu no balão de diálogo com três pontinhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Notice: Undefined index: cookies in /home/pamplona/public_html/wp-content/plugins/live-composer-page-builder/modules/tp-comments-form/module.php on line 1638